A Instituição


No Ano 1917, Sra. Lucília de Souza Ribeiro, e senhoras da sociedade carioca, iniciaram o movimento de implementação da A Pequena Cruzada de Santa Therezinha do Menino Jesus. O trabalho começou com uma oficina de costura para a população carente: “Obra de Apostolado e Costura dos Pobres”.

Em 1919, recebemos o espaço no Palácio do Catete, denominado Casa da Mordomia, onde as atividades modificaram e cresceram, dentro do enfoque caritativo.

1921, a Obra passou a personalidade jurídica, tendo como 1ª Presidente, a Sra. Laurita Pessoa, filha do Presidente Epitácio Pessoa.instituicao_construcao_comprimida

1930, a então denominada Pequena Cruzada da Irmã Therezinha, recebeu como doação do Prefeito Dr. Prado Júnior o terreno onde foi construída a sede, em que estamos.

A Pequena Cruzada tornou-se um abrigo para meninas carentes e, chegou a abrigar, anualmente, mais de 300 meninas entre crianças e adolescentes. Por muitos anos a Instituição contou com a ajuda financeira dos Clubes Lions e Rotary.

Em 1998 iniciou-se a construção do Centro Educacional Pequena Cruzada, no intuito de prestar assistência educacional de qualidade às meninas acolhidas, inaugurado em 18 de fevereiro de 2002, atendendo  também as crianças da comunidade.

Atualmente, atendemos a 340 crianças e adolescentes de ambos os sexos, na faixa etária de 5 a 15 anos, advindas de famílias em condições de precariedade de acesso aos direitos como educação, cultura e trabalho, residentes nas comunidades da Rocinha, Ladeira dos Tabajaras, Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Belford Roxo, Campo Grande, dentre outras comunidades, em situação de vulnerabilidade social.

Sendo uma Instituição de caráter filantrópico e religioso, sem fins lucrativos e com prazo de duração indeterminada, comprometida com a filantropia. Articula-se com a rede social de apoio, somando como uma instituição capaz de garantir um espaço seguro e protetor a estas crianças no contraturno escolar.

A Pequena Cruzada passa em 2013 a funcionar na modalidade de Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, adequando-se à Legislação vigente no âmbito da Assistência Social.

MissãoAtender crianças e jovens e contribuir para estes recebam apoio para a promoção da educação física, moral, intelectual e religiosa visando o amplo desenvolvimento biopsicossocial. E assim junto as suas famílias possam desenvolver potencialidades que ajudem a melhorar à qualidade de vida.

Visão: Proporcionar à infância e à adolescência experiências lúdicas, culturais e esportivas como forma de expressão, de aprendizagem, interação, sociabilidade e proteção social, na perspectiva de sujeitos de Direito em processo de desenvolvimento.

Metodologia de trabalho: O trabalho é desenvolvido nas atividades coordenadas por profissionais da educação, concretizados por ações socioeducativas, através de metodologias educacionais, sociais e psicológicas. Processos que estimulam o desenvolvimento social, as relações humanas e autoconhecimento, favorecendo o exercício da cidadania, elevação da autoestima e vivências de valores humanos, despertando nos pares um espírito crítico e ações evolutivas.

 

OBJETIVO

Promover a garantia de direitos das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, objetivando o fortalecimento de vínculos, a convivência familiar e comunitária.

 

PROCESSO SELETIVO INSTITUCIONAL

  • Pedido de Vaga (obrigatória apresentação dos documentos originais com copia);
    • Identidade e CPF (de todos os que residem na mesma casa);
    • Comprovante de renda (dos maiores de idade que residem na mesma casa – 3 últimos contracheques e carteira de trabalho);
    • Comprovante de residência;
    • Comprovante de gastos (água, luz, telefone, IPTU, comprovante de compra de medicamentos de uso continuado com receita médica, plano de saúde).
  • Entrevista do responsável no Serviço Social e Psicologia;
  • Avaliação pedagógica no Serviço de Orientação Educacional.

O critério de vulnerabilidade social1 é prioritário para a inclusão das crianças na Instituição.

Nota:  Exclusão pela pobreza, famílias com perda ou fragilidade de vínculos de afetividade, possibilidade de abandono, inserção precária ou não inserção no mercado de trabalho formal ou informal. (PNAS, pag27)

  • Inscrições para 2018 – ENCERRADAS

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Oferecemos horário Integral de 07:45 às 17:15 horas, atuando no contraturno escolar com Apoio Pedagógico, através do estudo dirigido e oficinas de Judô, Artes, Teatro,  Princípios Religiosos, Atividades Recreativas . Em diferentes espaços da Instituição como a brinquedoteca, a sala de convivência, sala de TV e vídeo, biblioteca, salas de recreação sendo todas as atividades supervisionadas por profissionais comprometidos com o desenvolvimento.

 

PARCERIAS INSTITUCIONAIS

Com as instituições afins, através de reuniões da FIB, com Conselhos Tutelares, Ministério Público, Vara da Infância, Juventude e Idoso, assim como participações nos Conselhos Municipais de Direitos da Criança e Adolescentes e de Assistência social.

E os demais parceiros:

 


CAMPANHA PARA INSTALAÇÃO DO ELEVADOR NO SALÃO DE FESTAS DA PEQUENA CRUZADA

Para melhorar nossos serviços e ajudar a mudar a vida de nossas crianças, a Pequena Cruzada está realizando uma campanha para instalação do elevador no Salão de Festas.
Assim poderemos oferecer uma maior acessibilidade nos eventos ali realizados.
* O aluguel de nossos espaços é todo revertido para o trabalho social da – A PEQUENA CRUZADA DE SANTA THEREZINHA DO MENINO JESUS.
www.pequenacruzada.org.br (Bradesco – ag. 1631-4 c/c 39000-3)